UERJ em Questão é relançado em versão impressa e digital

29/05/201910:03

Diretoria de Comunicação da UERJ

A Diretoria de Comunicação da UERJ (Comuns) lança nesta quarta-feira, 29/05, a edição de número 106 do periódico UERJ em Questão, com mil exemplares impressos e com uma versão digital disponível no site da Universidade. A publicação de 30 anos está de volta, após quatro anos e meio fora de circulação. A crise administrativa e financeira que atingiu em cheio o Estado do Rio de Janeiro nos últimos anos provocou inúmeros e severos impactos na rotina da Instituição, inclusive na divulgação científica. 

Lançado durante a gestão do Reitor Ivo Barbieri (1988-1992), o periódico foi planejado como um informativo para discutir questões referentes ao dia a dia da Universidade. Ao longo do tempo, mudou de formato, de tamanho, ganhou cores e variou em periodicidade. A partir de 2010, reassumiu o formato tabloide, com 16 páginas, e com circulação trimestral. Sua última edição, (a de número 105), foi distribuída no final de 2014. Na que está sendo lançada, o UERJ em Questão passa a circular em formato de revista, com 44 páginas.

Com retorno oficial anunciado pela Comuns, o UERJ em Questão ressurge com layout mais moderno, além de conteúdo mais extenso e aprofundado. Ele representa mais um veículo de divulgação de pesquisas desenvolvidas nas diversas unidades acadêmicas e nos diferentes campi da Universidade. É uma valiosa maneira de prestar contas à comunidade externa e ainda aos estudantes, docentes e técnicos sobre a aplicação dos recursos públicos (financeiros e humanos) que geraram maior produção científica nos centros de pesquisa e laboratórios da Universidade.

Mesmo com as dificuldades recentes impostas à UERJ, a Comuns conseguiu dar prosseguimento às suas ações. A equipe entende que o desafio do jornalismo científico é traduzir o erudito, o rebuscado e os termos técnicos para uma linguagem atraente, simples e que desperte o interesse de um público amplo. Sua função também é registrar a rotina dos vários personagens que constroem cotidianamente a memória e a história da própria Instituição. Nesta edição, divulgamos um pouco de tudo o que passou a ser notícia a partir de 2016.

Leia Aqui:

Ou baixe a versão em PDF clicando aqui