Tenda do Saber inicia atividades culturais para conscientizar sobre alimentação orgânica

02/04/201918:30

Diretoria de Comunicação da UERJ

Começou hoje (02/04) a Tenda do Saber do mês de abril, uma programação que ocorrerá semanalmente, junto com a Feira Agroecológica da UERJ, às terças-feiras. Em seu primeiro evento do mês, realizou-se uma roda de conversa na Concha Acústica, intitulada “Da terra à mesa: Construindo alternativas para uma alimentação mais segura” que foi apresentada por estudantes de Nutrição e contou com a presença de pessoas da comunidade interna e externa da UERJ.  

No dia 31 de março, foi celebrado o Dia Nacional da Saúde e Nutrição e, como forma de atrair e conscientizar os transeuntes do corredor da entrada Radial Oeste, foram realizados diversos tipos de atividades sobre alimentação orgânica, junto à feira agroecológica. Tal evento torna-se ainda mais importante considerando-se que o Brasil é líder mundial em consumo de agrotóxicos.

“A gente tem que construir a informação com a pessoa e despertar nela a curiosidade de pesquisar e entender a importância que a alimentação tem na vida dela”, diz Emmanuele Dutra, uma das alunas do Internato de Nutrição em Saúde Coletiva que organizou a roda de conversa.

Todos os meses, a Tenda se repete e busca focar em temas relacionados ao mês vigente, como o planejamento de uma atividade cultural em maio voltada à saúde mental e sua conscientização, em parceria com a Policlínica Piquet Carneiro.

“A nossa intenção é que ela não seja uma feira da Nutrição, mas que, a partir da UERJ, ela se propague. Talvez a Tenda ajude a trazer o envolvimento de outras unidades acadêmicas e outros cursos”, explica Susana Padrão, coordenadora da Feira Agroecológica.

Com encontros todas as terças-feiras, de 13h às 19h, a programação da Tenda do Saber se estende por todo o mês de abril. Suas atividades incluirão uma rádio aberta ao público no dia 09/04, com tema de tira caqui e povos indígenas, além de uma oficina sobre a culinária com o caqui no dia 16/04 e uma atividade cultural de pintura e dança dos povos indígenas no dia 30/04.