Arquitetura de Petrópolis recebe gari que transforma terrenos baldios em praças públicas

14/08/201913:13

Diretoria de Comunicação da UERJ

Valdenise Brandão Ferreira, a Val, esteve no campus Petrópolis e ministrou uma palestra a alunos do curso de Arquitetura e Urbanismo, a convite do BIAU e do projeto UERJ Recicla. Trabalhando como gari há 11 anos, ela passou do mundo das ideias ao das realizações. Com isso, vem mudado a vida de muita gente no Complexo de Favelas da Maré, Zona Norte do Rio.

Val transforma terrenos baldios, com pontos de acúmulo de lixo, em praças de brinquedos, bancos, mesas e jardins feitos com materiais reciclados, resgatando para os moradores os espaços públicos. Este “urbanismo tático”, que transforma bolsões de lixo em calçadas caminháveis, vem pouco a pouco tomando ruas e já começa a agregar a participação da população.

Ela cita a “fábula do beija-flor”, que carrega gotas d’água no pequeno bico para apagar um grande incêndio, para classificar suas ações. Assim, revela que vem conseguindo sensibilizar os moradores a partir dos espaços que consegue conquistar.

O Banco de Ideias em Arquitetura e Urbanismo (BIAU), projeto de Extensão do Departamento de Arquitetura e Urbanismo da Escola Superior de Desenho Industrial da UERJ, tem como objetivo principal estudar, aplicar e divulgar os processos e resultados utilizados para resolução de questões relacionadas à obtenção de uma maior qualidade de vida urbana.