Painel Monitora Uerj vai substituir passaporte vacinal e reunir indicadores internos sobre a Covid-19

07/07/202219:17

Diretoria de Comunicação da UERJ

Com o intuito de criar indicadores para monitoramento das condições de biossegurança da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) relacionadas à Covid-19, a Pró-reitoria de Saúde (PR5) e a Diretoria de Informática (Dinfo) desenvolveram uma nova ferramenta. O Painel Monitora Uerj vai proporcionar transparência e auxiliar na tomada de decisões no âmbito da pandemia, a partir de dados como as taxas de positividade e de imunização. Para tanto, a comunidade uerjiana precisará enviar, pelo site www.monitora.uerj.br, as informações referentes à testagem e as doses de vacina recebidas. O novo sistema foi detalhado na Nota Técnica 06/2022 da PR5. 

“A motivação para o projeto foi a contenção dos riscos de contágio pela Covid e a criação de indicadores de vigilância em saúde para a comunidade interna”, afirma o pró-reitor de Saúde, Rogério Rufino, ressaltando a necessidade de adesão dos alunos e trabalhadores por meio da inserção e acompanhamento de dados na plataforma. “A participação desse processo integrativo, público, coletivo e original será mais uma resposta da Uerj contra a Covid-19”, ressalta.

Segundo o diretor de Informática da Uerj, Fábio Moraes, o Monitora é resultado de esforço coletivo da equipe, que se empenhou para desenvolver a ferramenta em tempo recorde. “Ela possui duas partes principais: uma das notificações de positivados e a outra de vacinados. As informações captadas serão utilizadas na criação de dashboards e na liberação dos passaportes vacinais”, afirma.

O cadastro pode ser feito por toda a comunidade uerjiana, incluindo alunos, docentes, servidores, contratados e terceirizados, com acesso pelo ID Único. Para que os gráficos móveis sejam gerados, é necessária a inserção dos resultados dos testes de Covid-19, tanto positivos quanto negativos, na seção “Cadastro de testagem”. Além desta funcionalidade, o Monitora Uerj também hospedará o Sistema de Passaporte Vacinal (SPV), que concede o acesso aos campi da Uerj. Neste semestre (2022.1), a exigência de esquema vacinal completo deverá estar alinhada ao Plano Nacional de Imunização, constando pelo menos uma dose de reforço.

Na versão repaginada do SPV, o usuário acessará a seção “Cadastro vacinal” e preencherá um formulário com dados de imunização, como o fabricante e a data, anexando o comprovante de vacinação. No caso de estudantes e trabalhadores que não puderem ser vacinados contra Covid-19, o laudo médico deverá ser inserido na plataforma Monitora Uerj, especificando o enquadramento dentro das respectivas restrições. Os passaportes serão validados na própria plataforma, por representantes designados pelas direções de cada unidade, e posteriormente disponibilizados em arquivo PDF  para impressão e/ou uso digital. 

Durante esta fase inicial de implantação, a primeira versão do passaporte teve sua validade prorrogada até o dia 31/07/2022. Após este período, recomenda-se que o acesso aos campi aconteça mediante apresentação do documento digital ou impresso atualizado para 2022.1. Os comprovantes em papel ou pelo ConectSUS, no entanto, continuarão sendo aceitos.

Os cadastros poderão ser feitos a partir desta semana. Para mais informações, foi disponibilizado o e-mail contato.monitora@uerj.br.

Testagem para a comunidade interna

A recomendação da PR5 para estudantes e trabalhadores sintomáticos ou que tiveram contato com pessoas contaminadas é que façam o teste de Covid em postos próximos a suas residências ou na própria Uerj. O horário de atendimento no pilotis do bloco A, no campus Maracanã, foi ampliado, passando para o período das 8h às 14h. Também estão disponíveis dois outros locais: Policlínica Piquet Carneiro e Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira (CAp-Uerj), ambos funcionando das 8h às 11h.