Banco de sangue do Hupe faz campanha cidadã de doações para marcar Semana do Orgulho LGBTI

26/06/202016:52

Diretoria de Comunicação da UERJ

De 29 de junho a 3 de julho, o Banco de Sangue Herbert de Souza, do Hospital Universitário Pedro Ernesto (Hupe) da Uerj, localizado no Rio de Janeiro, e outros dois  hemonúcleos, em Barra Mansa e Volta Redonda, estarão de portas abertas para receber pela primeira vez o público LGBTI. Até maio essas pessoas eram legalmente impedidas de doar sangue, mas, por sete votos a quatro, o Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou as normativas, julgadas inconstitucionais, que mantinham a restrição.

A conquista possibilitou realizar a semana de doação de sangue, como uma das atividades para marcar o Dia do Orgulho LGBTI, comemorado em 28 de junho. A iniciativa integra uma campanha em âmbito estadual, promovida pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDSODH). A programação é organizada pelo Programa Rio Sem Homofobia, ligado à Subsecretaria de Promoção, Defesa e Garantia dos Direitos Humanos da SEDSODH.

Seguindo os protocolos de segurança durante a pandemia, “as doações ao Banco de Sangue Herbert de Souza devem ser agendadas. O que é imprescindível”, alerta a chefe do setor de Hemoterapia, a médica Jennifer Ribeiro. Para ela, participar deste momento é importante; porém a especialista enfatiza que os critérios de doação devem ser observados e respeitados por qualquer público doador. O que também ressalta o infectologista Marcos Junqueira do Lago, coordenador de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) do Hupe: “Esta inclusão é um ganho. Mas há uma série de regras válidas a todos os doadores, que são avaliados em uma anamnese feita pelos profissionais do Banco de Sangue”, explica.

Para abrir a semana, o subsecretário estadual de Promoção, Defesa e Garantia dos Direitos Humanos, Thiago Miranda, e o superintendente de Políticas LGBTI, Ernane Alexandre, estão entre os que já agendaram suas doações para a próxima segunda-feira (29). “Após a decisão do STF e a aceitação do Ministério da Saúde, derrubamos o preconceito e, finalmente, a população LGBTI também vai poder doar sangue e salvar vidas. É uma grande conquista! Realizar a primeira campanha de doação no país, com a parceria do Hupe, será um marco histórico para todo o Estado”, comemora o subsecretário.

 

Confira o endereço dos hemonúcleos participantes da Semana:

Rio de Janeiro

  • Data: 29 de junho a 3 de julho
  • Horário: das 8 às 15 horas
  • Local: Banco de Sangue Herbert de Souza – Hospital Universitário Pedro Ernesto
  • Endereço: Boulevard Vinte e Oito de Setembro, 109 – Vila Isabel – Rio de Janeiro
  • Por conta do isolamento social, as doações serão realizadas mediante agendamento pelo telefone (21) 2868-8134.

Volta Redonda

  • Data: 30 de junho a 3 de julho
  • Horário: das 7 às 13 horas
  • Local: Hospital São João Batista
  • Endereço: Rua Nossa Senhora das Graças, 235 – Colina – Volta Redonda
  • Telefone: (24) 3339-4242

Barra Mansa

  • Data: 29 de junho
  • Horário: das 7 às 11 horas
  • Local: Santa Casa de Barra Mansa
  • Endereço: Rua Pinto Ribeiro, 205 (anexo a Santa Casa)
  • Por conta do isolamento social, as doações serão realizadas mediante agendamento pelo telefone (24) 3323-1918

 

Requisitos básicos para doar sangue

  • Portar documento oficial de identidade com foto (identidade, carteira de trabalho, certificado de reservista ou carteira do conselho profissional).
  • Estar bem de saúde.
  • Ter entre 16 * e 69 anos, 11 meses e 29 dias – *jovens com 16 e 17 anos podem doar com autorização dos pais e / ou responsáveis legais e um documento de identidade original desse responsável.
  • Pesar no mínimo 50 Kg.
  • Não estar em jejum. Evitar apenas alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação.

 

Algumas situações que impedem provisoriamente a doação de sangue

  • Febre – acima de 37°C
  • Gripe ou resfriado
  • Gravidez atual (90 dias após o parto normal e de 180 dias após a cesariana)
  • Amamentação (até 1 ano após o parto)
  • Uso de alguns medicamentos
  • Anemia
  • Cirurgias
  • Extração dentária nos últimos 7 dias
  • Tatuagem ou piercing: 1 ano sem doar (Piercing na cavidade oral e/ ou região genital: 01 ano sem doar após a retirada)
  • Vacinação: o tempo de impedimento varia de acordo com o tipo de vacina
  • Transfusão de sangue: impedimento por 1 ano

Mais esclarecimentos serão fornecidos durante a entrevista clínica que precede a doação.