Uerj inaugura primeiro navio oceanográfico universitário do Rio de Janeiro

29/01/202019:28

Diretoria de Comunicação da UERJ

O dia 28 de janeiro de 2020 entra para a história da Uerj. Com a inauguração do navio oceanográfico Prof. Luiz Carlos, na Marina da Glória, a Universidade desponta como a primeira instituição de ensino superior do Estado a possuir uma embarcação deste porte, destinada ao desenvolvimento de projetos de ensino, pesquisa e extensão nas mais variadas áreas de conhecimento.

Com 30,5 metros de comprimento e 7,8 metros de largura, o navio Prof. Luiz Carlos ultrapassa 250 toneladas, tem capacidade para navegar com 30 pessoas, bem como autonomia para permanecer até 15 dias no mar. 

“Agora, o estudo do mar em nosso estado alcança outro patamar. Um navio como este significa, para a Faculdade de Oceanografia, além dos demais cursos que estudam o oceano e áreas costeiras, o mesmo que o Hospital Universitário representa para o curso de Medicina. Este laboratório flutuante beneficiará não só as nossas pesquisas como as de outras instituições do Rio de Janeiro”, destacou o reitor da Uerj, Ricardo Lodi Ribeiro, presente à cerimônia de inauguração. Ele agradeceu, ainda, a dedicação de todos os envolvidos na concretização do navio, que levou seis anos em construção, passando pelos momentos críticos da crise econômica fluminense e, consequentemente, da Universidade. Em especial, reconheceu o empenho dos ex-reitores Ricardo Vieiralves e Ruy Garcia Marques, e das instituições patrocinadoras, além de destacar o diretor da Faculdade de Oceanografia, professor Marcos Bastos Pereira, e o professor Alexandre de Freitas Azevedo, “responsáveis por esse sonho”.

Muito emocionado, Marcos Bastos lembrou os anos de luta: “Celebramos a maior conquista da história da Faculdade de Oceanografia da Uerj. São anos de sonhos que se concretizam hoje”.

Além do reitor e dos representantes da Faculdade de Oceanografia, a cerimônia de inauguração contou com a presença do governador Wilson Witzel; do secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), Leonardo Rodrigues; do presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), deputado estadual André Ceciliano; e do homenageado, professor Luiz Carlos Ferreira da Silva, que dá nome ao navio; entre outras autoridades e representantes das instituições patrocinadoras e de unidades acadêmicas e administrativas da Uerj.

O governador Wilson Witzel reiterou o compromisso firmado no início de janeiro, tanto em relação aos investimentos no complexo Fonseca Teles como na realocação do Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira (CAp-Uerj). Ressaltou, ainda, a garantia do repasse dos duodécimos orçamentários para a Universidade e anunciou a progressão de 288 docentes a professores associados da Uerj.

O navio Prof. Luiz Carlos teve um custo total de R$ 7 milhões e foi construído no estaleiro Inace, no Ceará, com o financiamento da Uerj, Alerj, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj), Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e Secti.

O navio e o professor Luiz Carlos

Presente à inauguração da embarcação que leva seu nome, o professor Luiz Carlos Ferreira da Silva recebeu uma placa em homenagem ao trabalho realizado por ele, ao longo de muitos anos, na formação de gerações de oceanógrafos e na consolidação desse campo de estudos no Brasil. O professor Luiz Carlos, que é oficial da Marinha brasileira na reserva e foi secretário adjunto da Comissão Interministerial de Recursos do Mar (CIRM), destacou, emocionado: “Olha só esse navio, que grande conquista. Já sabia que ia ser homenageado, que o navio ia levar meu nome, mas o que estou sentindo agora é indescritível. O que mais me emociona é ver o navio pronto para ser usado pelos alunos”.

 

Assista à cobertura do evento realizada pela TV Uerj/CTE.