Uerj contará com 104 novos profissionais concursados em suas unidades de saúde

01/05/202013:00

Diretoria de Comunicação da UERJ

A Uerj receberá 104 novos servidores da carreira técnico-administrativa para atuar no Hospital Universitário Pedro Ernesto (Hupe) e na Policlínica Piquet Carneiro (PPC). São médicos, enfermeiros, assistentes sociais, técnicos de Enfermagem, técnicos de Radiologia, entre outros perfis da área de Saúde, que irão se somar ao corpo de profissionais que hoje trabalha no combate à pandemia de Covid-19. As nomeações foram publicadas na edição do Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro de ontem (30/4) e, segundo o reitor Ricardo Lodi Ribeiro, representarão um importante reforço no atendimento oferecido à população fluminense. Confira no vídeo.

De acordo com a superintendente de Gestão de Pessoas, Claudia Mello, a expectativa é receber os novos servidores ainda neste mês de maio. “Elaboramos um relatório de impacto orçamentário e as nomeações foram possíveis graças ao empenho da Reitoria junto ao governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, que vem priorizando a Saúde em tempos de pandemia”, informa. Confira as nomeações no site da SGP. Assista ao vídeo do Secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Leonardo Rodrigues.

 

Várias nomeações da Uerj haviam sido encaminhadas à Casa Civil, desde o ano passado. Porém, a partir de 25 de março deste ano, ficaram impedidas de aprovação por causa dos decretos 46.994/20 e 46.993/20, que determinaram o contingenciamento de R$ 7,6 bilhões em caráter emergencial e a suspensão, por tempo indeterminado, de todas as novas despesas de caráter não essencial.

As vagas dos técnicos de Enfermagem são provenientes de concurso público recente, finalizado em 2019 e garantido pelo Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) celebrado entre a Uerj e o Ministério Público do Rio de Janeiro em 2015, visando realizar concursos públicos para substituir contratos temporários. Já o preenchimento das demais vagas decorre de vacâncias por exoneração, aposentadoria e falecimento. 

Abaixo, o diretor do Hupe, professor Ronaldo Damião, ressalta a importância das novas nomeações para o enfrentamento da pandemia.