UERJ inicia comemorações de 70 anos

26/11/201913:08

Diretoria de Comunicação da UERJ

No dia 4 de dezembro, a Universidade do Estado do Rio de Janeiro completa 69 anos e inicia as comemorações de seus 70 anos. A cerimônia, que será realizada no Teatro Noel Rosa, campus Maracanã, a partir das 10h, reunirá homenagens, apresentações musicais e lançamento de publicações (Veja o convite com a programação).

Para contar a história da instituição, uma equipe de pesquisa coordenada pelo professor Luís Reznik, da Faculdade de Formação de Professores (FFP), elaborou o livro “UERJ 70 anos: 1950 – 2020”. Em 274 páginas, a obra aborda desde a construção dos prédios no Maracanã até a expansão para outras unidades, detalha o funcionamento dos institutos que compõem hoje a Universidade, mostra o crescimento da produção de conhecimento através da pesquisa científica, reflete sobre o impacto intelectual, social e político de cada campus, resgata a importância dos movimentos sociais promovidos por estudantes e servidores. No capítulo final, traça as perspectivas para o futuro.     

Professor da casa desde os anos 1990, Resnik disse ainda se impressionar com o desenvolvimento da UERJ. “A robustez da nossa universidade me surpreende. Ela sofreu com a crise, mas continua sólida, com uma vitalidade em ensino, pesquisa e extensão, que se manteve ao longo de 70 anos”. A tiragem inicial da obra, editada pela EdUERJ, é de 250 exemplares.

Na ocasião, serão lançados também os livros “Boletim Rede Pró-Rio Nº1”, organizado pelo professor Bruno Sobral, da Faculdade de Ciências Econômicas, e “Agenda 2030 na UERJ, UERJ na Agenda 2030”, pelo professor Israel Falzenszwalb, do Instituto de Biologia Roberto Alcântara Gomes. O reitor Ruy Garcia Marques apresentará o relatório de sua gestão, dos anos de 2016 a 2019.

O evento de aniversário marca ainda a reabertura do teatro localizado no Centro Cultural. Criado em 1980, o Noel Rosa havia sido fechado em 2011 e agora volta à cena com instalações totalmente renovadas. Sobe ao palco trio da Orquestra de Solistas do Rio de Janeiro (OSRJ), seguido do Coral Altivoz da UERJ.

 

Exposição

A exposição ESQUELE70 contará a história da UERJ, desde sua criação até os dias atuais. A mostra será inaugurada no dia 12 de dezembro, às 18h30, no Centro Cultural Paço Imperial do Rio, aberto para todos que quiserem prestigiar e conhecer a Universidade e as obras de artistas que fizeram parte da sua trajetória.

A ideia de criar ESQUELE70 também surgiu a partir das pesquisas do professor Luís Reznik e equipe. A curadoria artística ficou a cargo do Departamento Cultural da Universidade (DECULT). A exposição foi dividida em módulos: o primeiro é o “Núcleo histórico”; o segundo, “Campi e entorno”. Em seguida, serão apresentados “Movimentos docentes e discentes” e “Produção científica e Políticas públicas”.

A exposição segue em cartaz até 16 de fevereiro de 2020. O Paço Imperial fica na Praça Quinze de Novembro, 48 – Centro. O local funciona de terça a sexta, das 12h às 19h; sábados, domingos e feriados, das 12h às 18h.

No dia 4 de dezembro, a Universidade do Estado do Rio de Janeiro completa 69 anos e inicia as comemorações de seus 70 anos. A cerimônia será realizada no Teatro Noel Rosa, a partir das 10h. Veja o convite com a programação.