Campanha #UerjAntirracista propõe uma profunda reflexão sobre o racismo dentro e fora da universidade

11/11/202009:47

Diretoria de Comunicação da UERJ

Evento acadêmico e vídeos com figuras públicas nas redes sociais marcam as comemorações pelo Dia da Consciência Negra na Uerj com amplo debate sobre racismo estrutural.

“Não basta sermos contra o racismo, é preciso que tenhamos atitudes antirracistas.”

Esta frase resume a iniciativa da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), primeira instituição de ensino do país a adotar o sistema de cotas raciais no Vestibular, e que chega aos seus 70 anos propondo a ampliação do debate sobre o racismo.

No mês em que se comemora o Dia da Consciência Negra, a Pró-reitoria de Políticas e Assistência Estudantis (PR-4) e a Diretoria de Comunicação Social (Comuns) da Uerj se uniram para deflagrar uma campanha institucional que vai além da garantia do direito de todos a uma educação pública e de qualidade. A campanha #UerjAntirracista vem estimular a reflexão sobre o cotidiano e o racismo estrutural existente nas relações sociais, buscando desconstruir e desnaturalizar atitudes preconceituosas.

“O Brasil viveu três séculos de escravidão, o que deixou uma herança social e cultural de discriminação aos corpos negros. Essa ideologia racista associava cor da pele à condição de escravizado, como alguém naturalmente inferior aos brancos europeus, justificando a economia escravista. Embora tenhamos avançado em muitos aspectos, inclusive com leis contra o racismo, o preconceito ainda se manifesta, mesmo que subliminarmente, no nosso dia a dia. Os noticiários estão repletos de evidências. E como podemos mudar essa injusta realidade? Como promover uma atitude antirracista na universidade?”, destaca a pró-reitora de Políticas e Assistência Estudantis, Catia Antonia da Silva.

Essas e outras questões serão discutidas no evento acadêmico virtual, de 16 a 18 de novembro, em que pesquisadores e representantes de movimentos sociais se unem no debate de três temas principais: na roda de conversa sobre “O corpo no espaço acadêmico”; e nas mesas “A decolonialidade e perspectiva antirracista” e “Atitudes racistas e a ética no ambiente acadêmico e profissional”. O evento é gratuito, transmitido ao vivo pelo canal da TV Uerj no YouTube e prevê, ainda, interação com o público pelo chat. Confira a programação completa.

#UerjAntirracista nas redes sociais

As redes sociais oficiais da Uerj também serão um importante canal para a conscientização sobre o tema. Para engajar o maior número de pessoas, a campanha #UerjAntirracista traz uma série de vídeos curtos, com depoimentos de personalidades de destaque em suas áreas, reforçando o protagonismo do negro na luta contra o preconceito.

“Convidamos artistas, intelectuais e esportistas para contarem, em menos de um minuto, sobre suas conquistas, contribuições ao debate e suas formas de luta antirracista. Com essas falas, propomos afirmar o orgulho de ser negro, de um corpo insubmisso e de uma identidade para além de rótulos e preconceitos”, enfatiza a diretora de Comunicação da Uerj, Ana Cláudia Theme. “Cada um desses depoimentos é também um chamado à participação, de como cada um de nós se posiciona contra o racismo no cotidiano”, complementa.

A campanha será lançada nas redes no dia 11 de novembro, com a #UerjAntirracista. Acompanhe no Facebook, Instagram e Twitter da Universidade e confira, a partir do dia 14, os depoimentos de convidados muito especiais, como Paulinho da Viola, Muniz Sodré e Nei Lopes, entre outros.

Para além de novembro

Mas a mobilização da Uerj sobre o tema não termina com a campanha. Todas essas ações integram a preocupação constante da Universidade em ser mais inclusiva a cada dia, aperfeiçoando suas políticas de acesso e permanência, estimulando debates e combatendo qualquer tipo de preconceito.

A Uerj foi a primeira universidade pública do Rio de Janeiro a criar uma Ouvidoria, canal onde podem ser feitas denúncias de vários tipos, inclusive sobre atitudes racistas e preconceituosas, com sigilo garantido. Entre em contato pelo site www.ouvidoria.uerj.br e e-mail ouvidoria@uerj.br.

Campanha #UerjAntirracista propõe reflexão sobre o racismo