Iesp discute impactos da pandemia na sociedade e na política com professores e especialistas convidados

10/06/202011:34

Diretoria de Comunicação da UERJ

Duas iniciativas do Instituto de Estudos Sociais e Políticos (Iesp) da Uerj têm mostrado que o distanciamento social não é impedimento para a busca de conhecimento e a troca de experiências. Seminários e entrevistas temáticas têm reunido virtualmente estudantes, professores e especialistas convidados, brasileiros e estrangeiros.

“Identificamos uma demanda muito grande por debates. Em primeiro lugar, por parte dos nossos alunos de pós-graduação; em segundo, dos próprios docentes. Todos nós estamos trabalhando em casa, mas nos encontramos pouco e falamos pouco do nosso trabalho. E todos estavam ávidos para conectar os seus estudos e pesquisas à conjuntura atual”, explica o diretor do Iesp, Fernando Fontainha.  Em conjunto com a coordenadora do Programa de Ciência Política da unidade, San Romanelli, o professor faz a mediação semanal dos “Seminários de Quarentena”.

A atividade on-line, que chega à sexta edição nesta semana e deve se estender até o fim de julho, já abordou temas como as consequências da pandemia no mundo do trabalho, o futuro da política e da sociedade, democracia e moderna teoria política, política externa brasileira e saúde global. Nesta quinta-feira (11), às 16h, o tema é “Antropologia do urbanismo e etnografia das infraestruturas urbanas: uma agenda de pesquisa”, com a professora Mariana Cavalcanti. A programação e o link para participar dos debates são divulgados semanalmente no site (www.iesp.uerj.br) e redes sociais do Iesp.

 

Convidados internacionais

O projeto Capes PrInt da Pós-Graduação em Ciência Política também iniciou em maio uma série de eventos on-line, com programação até setembro. Coordenada pelos professores Carlos Milani, Maria Regina Soares de Lima e Leticia Pinheiro, a iniciativa vai reunir nomes de peso do Brasil e do exterior. Entre os convidados confirmados, estão os embaixadores Celso Amorim e Gélson Fonseca Jr., os pesquisadores Heriberto Cairo Cairu (Universidad Complutense de Madrid), Ana Toni (Instituto Clima e Sociedade), Mário Soares (Faculdade de Oceanografia da Uerj), Juan Tokatlian (Universidad Torcuato di Tella, Buenos Aires), Helene Sjursen (University of Oslo) e Francis Gavin (Johns Hopkins University), entre outros.

“Programamos, com o apoio de vários de nossos alunos e jovens doutores, uma série de oito eventos temáticos, a fim de discutir os impactos da pandemia da Covid-19 em diferentes agendas das relações internacionais em torno dos três eixos do nosso projeto Capes PrInt – política externa, regionalismo e cooperação internacional”, explica Milani.  Os eventos on-line destinam-se a pesquisadores, professores e estudantes, além de jornalistas, representantes de ONGs e gestores públicos.

As atividades dos dois primeiros temas – Cooperação Internacional e Saúde Global – já estão disponíveis no endereço http://www.iesp.uerj.br/capes-print-cp/resultados/ na aba “Eventos online”. Em destaque, a entrevista com Bertrand Badie, professor emérito da Sciences Po Paris e pesquisador do Centro de Pesquisas Internacionais (Ceri).

O PrInt é o Programa Institucional de Internacionalização dos Cursos de Pós-graduação, oferecido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Segundo Carlos Milani, no Iesp, o projeto iniciado em outubro de 2018 tem três objetivos principais: “Visamos capacitar alunos, jovens doutores e docentes no exterior; consolidar e ampliar redes de pesquisa e bases de dados comparativas e internacionais; e ampliar o impacto de nossas publicações internacionais”, explica o professor.

A cada mês, dois assuntos serão discutidos. Confira o cronograma:

– Junho: OMS e multilateralismo / América do Sul;

– Julho: Geopolítica / Mudanças climáticas;

– Agosto: Regionalismo em perspectiva comparada (o caso da União Europeia) / Direitos Humanos em perspectiva comparada.