Pesquisa irá mapear medos e crenças em relação à Covid-19

07/05/202011:44

Diretoria de Comunicação da UERJ

O Laboratório de Análise da Violência do Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) lançou, na última segunda-feira (04), a pesquisa “Coronavírus: percepções e crenças sobre o Brasil”. O objetivo é investigar as experiências com a Covid-19 na cidade do Rio de Janeiro e conhecer as inquietações e incertezas da população em relação a essa pandemia que afeta todo o mundo. O trabalho é uma parceria da Uerj com o Instituto de Pesquisa, Prevenção e Estudos (IPPES) e será feito pela internet. Quem desejar participar da pesquisa tem até o dia 15 de maio para responder ao questionário, que está disponível on-line.

De acordo com Doriam Borges, professor da Uerj e coordenador do projeto, a intenção é propor políticas públicas que ajudem a nortear melhor tanto o cenário atual, impactado pelo isolamento social, quanto a pós-quarentena. “Esse momento que estamos vivendo é fortemente marcado pela questão do medo: o medo de adoecer, da morte, o medo da perda de renda e de emprego. Ao mesmo tempo, ele é permeado pelas crenças de cada um: aquele que tem medo e acredita na doença e aquele que não acredita e fura o isolamento social, por exemplo. Como isso tudo impacta na vida das pessoas, tanto a nível individual quanto coletivo? É isso que queremos entender melhor”, afirma Borges.

Para incentivar as pessoas a responder, quem preencher o formulário completo da pesquisa concorrerá ao sorteio de um vale-compra de R$ 250,00 para ser usado nas Lojas Americanas. No segundo dia de pesquisa, mais de 600 pessoas já haviam respondido ao questionário. A expectativa é ter um raio-x dessa primeira etapa no final de maio. E, daqui a 90 dias, uma nova rodada de perguntas será aplicada ao grupo.

Uma dica para quem tiver dúvidas ou quiser fazer perguntas aos coordenadores da pesquisa: nesta quinta-feira (07), às 19h, acontecerá a live “O medo em tempo de coronavírus e quarentena”, com os professores Doriam Borges, da Uerj, e Dayse Miranda, do IPPES.  A live será transmitida pela plataforma Zoom e se dividirá em dois momentos: no primeiro, serão apresentadas as crenças e percepções do medo a partir do livro de Doriam Borges “O medo do crime na cidade do Rio de Janeiro: uma análise sobre a perspectiva das crenças de perigo” (2011); já o segundo momento abordará o medo em época de pandemia e quarentena. Ao final de cada bloco, os participantes poderão encaminhar perguntas aos palestrantes.

Para participar da live, acesse: https://us02web.zoom.us/j/86363888845.  ID: 863 6388 8845