Universidade Aberta do Brasil ‚Äď UAB

O grande educador Paulo Freire j√° dizia que "a realidade n√£o pode ser modificada, sen√£o quando o homem descobre que √© modific√°vel e que ele pode faz√™-lo." O momento para as grandes e pequenas transforma√ß√Ķes na educa√ß√£o √© agora, mas n√£o existir√° mudan√ßa se n√£o houver mudan√ßa de estrutura, de postura; se n√£o houver a busca de novos caminhos para que¬† possam ser trilhadas novas caminhadas; se n√£o houver rompimento de barreiras; se continuarmos com uma vis√£o restrita e preconceituosa das tecnologias.

Este novo tempo exige uma nova proposta pedag√≥gica, um novo olhar e uma nova postura de estudantes, de educadores, de gestores. √Č mais do que urgente que o di√°logo entre o ensino presencial e o ensino a dist√Ęncia se estabele√ßa em definitivo na UERJ. N√£o h√° tempo a perder. O desafio est√° posto e a Sub-Reitoria de Gradua√ß√£o est√° buscando novas maneiras de caminhar nessa nova "travessia" que se apresenta.

Eduardo Galeano nos diz que "a revela√ß√£o do que somos implica na den√ļncia do que nos impede de ser o que podemos ser. Nos definimos a partir do desafio e por oposi√ß√£o ao obst√°culo". "Esta revela√ß√£o do que somos", de que nos fala o escritor, vem impedindo que muitos tomem nas m√£os as mudan√ßas que os avan√ßos tecnol√≥gicos nos apresentam. As resist√™ncias e os preconceitos s√£o muitos no que se refere √† efetiva√ß√£o da Educa√ß√£o a Dist√Ęncia em nosso pa√≠s. Se pensarmos que a Universidade de Londres lan√ßou seu primeiro Curso por Correspond√™ncia na segunda metade do s√©culo XIX, podemos afirmar que ainda caminhamos muito lentamente para a apropria√ß√£o plena dessa, n√£o t√£o nova, modalidade de ensino.

A Educa√ß√£o a Dist√Ęncia - EaD imp√Ķem-nos, portanto, repensar alguns conceitos fundamentais, quais sejam: dist√Ęncia/presen√ßa, tempo e espa√ßo; para tanto torna-se necess√°rio que entendamos a EaD como uma modalidade de ensino mediada por tecnologias. Dessa forma, n√£o poderemos falar em dist√Ęncia, mas sim em separa√ß√£o espacial e temporal, na medida em que professores e estudantes est√£o apenas separados espacial e temporalmente, aproximando-se atrav√©s de tecnologias de comunica√ß√£o interativas, possibilitando, assim, que a intera√ß√£o e a interlocu√ß√£o aconte√ßam de forma determinante entre todos os envolvidos no processo.

Tempo e espa√ßo se aproximam. √Č o tudo ao mesmo tempo agora. Segundo Moran, "h√° uma possibilidade cada vez mais acentuada de estarmos todos presentes em muitos tempos e espa√ßos diferentes". Em breve, a educa√ß√£o estar√° em toda parte e onde quer que os estudantes queiram estar, possibilitando maior interc√Ęmbio de saberes.

O grande desafio para o nosso pa√≠s √© promover o crescimento da oferta da educa√ß√£o a dist√Ęncia pautada nos princ√≠pios da qualidade, s√≥ assim, pouco a pouco, venceremos as tantas barreiras impostas pelos pr√≥prios educadores. Mudan√ßa tamb√©m significa qualidade. Para tanto, o Minist√©rio da Educa√ß√£o vem flexibilizando as legisla√ß√Ķes, estabelecendo fortes regras que imp√Ķem padr√Ķes de excel√™ncia.

Com o objetivo de oferecer Ensino Superior na modalidade a Dist√Ęncia, no nosso Estado, firmou-se o Cons√≥rcio Centro de Educa√ß√£o Superior a Dist√Ęncia do Estado do Rio de Janeiro - CEDERJ entre as sete Institui√ß√Ķes P√ļblicas de n√≠vel superior do Estado do Rio de Janeiro, a saber: Universidade Federal Fluminense - UFF; Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ; Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - UFRRJ, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO, Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ e a Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro - UENF, Centro Federal de Educa√ß√£o Tecnol√≥gica - CEFET e o Governo do Estado do Rio de Janeiro atrav√©s da Secretaria de Ci√™ncia e Tecnologia representada pela Funda√ß√£o Centro de Ci√™ncias e Educa√ß√£o Superior a Dist√Ęncia do Estado do Rio de Janeiro - CECIERJ. O Cons√≥rcio utiliza a modalidade de Educa√ß√£o a Dist√Ęncia, tendo como pilares b√°sicos a busca de inequ√≠voca qualidade acad√™mica nos diversos cursos de gradua√ß√£o e o acesso das camadas menos favorecidas da popula√ß√£o ao ensino superior.

O Cons√≥rcio objetiva contribuir para a interioriza√ß√£o do ensino superior p√ļblico, gratuito e de qualidade no Estado do Rio de Janeiro, assim, a compet√™ncia acad√™mica dos cursos est√° a cargo dos docentes das universidades consorciadas. S√£o eles que preparam o projeto pol√≠tico e pedag√≥gico dos cursos, o conte√ļdo do material did√°tico, cuidam da tutoria e da avalia√ß√£o, cabendo √† Funda√ß√£o CECIERJ a responsabilidade pela produ√ß√£o do material did√°tico, pela gest√£o operacional da metodologia de EaD e pela montagem e operacionaliza√ß√£o dos polos regionais. √Č a Universidade que oferece o Curso a respons√°vel pela diploma√ß√£o dos concluintes. O valor da certifica√ß√£o √© o mesmo que chancela a forma√ß√£o dos cursos presenciais.

 O Consórcio é gerido por dois Conselhos, quais sejam: Conselho Superior onde têm acento todos os Reitores das universidades consorciadas e o Conselho de Estratégias Acadêmicas, formado pelos Sub-Reitores de Graduação,  pelos Coordenadores/Adjuntos UAB e a representação estudantil. Os Conselhos são presididos pelo Presidente da Fundação CECIERJ.
Em 2005 e 2006, as universidades consorciadas participaram da oferta de cursos no Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB), conforme decis√£o de seus Conselhos Superiores, enfatizando a import√Ęncia da uni√£o de esfor√ßos para contribuir na democratiza√ß√£o do acesso √† educa√ß√£o superior p√ļblica, gratuita e de qualidade.

O Diário Oficial da União, de 07 de maio de 2008, integra a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) no Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB); dessa forma, faz-se necessário, cada vez mais, que a efetiva participação no Sistema se torne uma realidade.

No momento a UERJ está oferecendo os cursos de Licenciatura em Pedagogia, Ciências Biológicas e Geografia (inclusão na UAB em tramitação) nos seguintes pólos regionais: na capital, nos bairros de São Conrado - Comunidade da Rocinha - (Pedagogia) e Campo Grande (Geografia); nos municípios de Angra dos Reis (Pedagogia), Barra do Piraí (Geografia), Belford Roxo (Pedagogia), Itaguaí (Pedagogia), Magé (Pedagogia e Ciências Biológicas), Natividade (Geografia), Niterói (Geografia), Nova Friburgo (Pedagogia, Ciências Biológicas e Geografia), Nova Iguaçu (Pedagogia), Paracambi (Pedagogia e Ciências Biológicas), Petrópolis, Resende (Pedagogia e Ciências Biológicas), São Pedro da Aldeia (Pedagogia), Três Rios (Pedagogia e Geografia).

Os cursos de gradua√ß√£o do cons√≥rcio CEDERJ s√£o cursos semipresenciais. Suas aulas s√£o baseadas em material autoinstrucional que √© disponibilizado ao aluno no formato de material did√°tico impresso (livros). Os cursos de gradua√ß√£o a dist√Ęncia permitem que o aluno estude no local e hor√°rio de sua prefer√™ncia, seguindo um cronograma.
Al√©m do material did√°tico especialmente elaborado, os alunos contam com o apoio de tutoria presencial, nos pr√≥prios polos regionais, com a tutoria a dist√Ęncia que pode ser acessada por telefone (0800) ou pela internet (por meio da Plataforma CEDERJ).

No modelo CEDERJ n√£o h√° aulas presenciais di√°rias, mas algumas disciplinas exigem um n√ļmero m√≠nimo de presen√ßa no polo para a execu√ß√£o das aulas pr√°ticas de laborat√≥rio, trabalho de campo, trabalhos em grupo, al√©m dos est√°gios curriculares obrigat√≥rios.