UERJ promove encontro para aproximar intercambistas e alunos

27/03/201914:51

Diretoria de Comunicação da UERJ
O reitor Ruy Garcia Marques e a professora Cristina Russi, diretora de Cooperação Internacional, na abertura da reunião de boas-vindas e acolhida aos estudantes estrangeiros em intercâmbio na UERJ

Acolhimento e trocas interculturais foram as palavras-chave do encontro entre intercambistas e alunos de graduação e pós-graduação. Organizada pela Diretoria de Cooperação Internacional (DCI), a reunião de boas-vindas e acolhida aos estudantes estrangeiros em intercâmbio na UERJ foi realizada na terça-feira (26/03), no auditório Cartola do Centro Cultural. 

Atualmente, 17 alunos estrangeiros participam do programa de intercâmbio da UERJ, vindos de países como França, Alemanha, Portugal, Espanha e Japão. Os intercambistas estão no primeiro ou segundo semestre, cursando disciplinas na Universidade ou até mesmo estagiando no Hospital Pedro Ernesto. Muitos conhecem pouco do Rio de Janeiro e da própria UERJ e, por conta disso, a Diretoria idealizou a reunião, convidando alunos em níveis de graduação e de pós para servir de apoio aos estrangeiros. Em troca, eles têm a oportunidades de praticar outros idiomas e ampliar seus conhecimentos sobre outras culturas.

Aluna do 6º período de Psicologia, Camila Rangel se inscreveu para o evento e enalteceu a importância de se colocar no lugar desses estudantes. “É legal porque os intercambistas não ficam perdidos. Mudar para outro país sem a ajuda de ninguém deve ser difícil demais”, opina ela, que completa: “Me candidatei pela troca cultural que o programa pode dar, sem falar do conhecimento linguístico que me acrescenta.”  

Para a diretora de Cooperação Internacional, Cristina Russi, a ação é baseada no que ela chama de “internacionalização em casa”, incentivando o contato dos alunos da Universidade com os jovens estrangeiros. “A gente não consegue mandar todos os alunos da UERJ para fora (do país). Mas a convivência do nosso estudante com o aluno estrangeiro é uma maneira de internacionalizar também”, explica a professora.

O evento contou ainda com a presença do reitor Ruy Garcia Marques, que frisou que a UERJ passa a ser a casa brasileira desses novos alunos. “A mensagem que nós queremos deixar para vocês é que levem na bagagem de volta as boas experiências vividas na nossa cidade e, especialmente, em nossa Universidade, replicando essa vivência aos seus colegas em suas instituições de origem”, afirmou durante o discurso de abertura do evento. “A vida universitária vai muito além dos muros da nossa UERJ. Aproveitem e desfrutem bastante o contato com seus professores, colegas e os muitos amigos que certamente farão ao longo dessa estada”, orientou o reitor.

A reunião de boas-vindas e acolhida é uma das diversas iniciativas que vêm sendo realizadas pela DCI para apresentar seu trabalho, além de auxiliar e esclarecer dúvidas de alunos que queiram participar de intercâmbios. No dia 20 de março, a Diretoria fez, em Petrópolis, no curso de Arquitetura e Urbanismo, o primeiro encontro do ano da ação “DCI Itinerante”. Nela, a equipe da DCI visita diversos setores e unidades da comunidade acadêmica da UERJ para levar informações do trabalho desenvolvido pelo setor de Cooperação Internacional para alunos (graduação e pós-graduação) e professores da Universidade. Em 2018, a Diretoria fez apresentações na Faculdade de Tecnologia, em Resende, nos institutos de Nutrição e de Química e na Faculdade de Medicina.