Evento marca abertura da Semana da Enfermagem na UERJ

14/05/201916:39

Diretoria de Comunicação da UERJ

A Faculdade de Enfermagem realizou, na manhã desta terça-feira (14/05), a abertura da 80° Semana de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Com o tema “Os desafios da enfermagem para a prática com equidade”, a semana busca abordar as práticas de Enfermagem no país. O evento é organizado em conjunto com o Hospital Universitário Pedro Ernesto (HUPE) e a Policlínica Piquet Carneiro.

A Semana da Enfermagem é comemorada em todo o país entre os dias 12 e 20 de maio  em referência ao Dia Mundial da Enfermagem, celebrado no dia 12. Diretor do Centro Biomédico da UERJ, Mário Sérgio Alves Carneiro destacou a importância do profissional de enfermagem, além de reforçar o papel da UERJ e de todas as universidades na formação desses profissionais. “Nós da UERJ vivemos, em um passado recente, uma crise muito séria, muitas pessoas acreditaram que a UERJ iria fechar. Essa Universidade deu um exemplo para o país inteiro sobre luta, de solidariedade e de capacidade de ultrapassar um momento tão difícil”, ressaltou.

A Diretora da Faculdade de Enfermagem, Norma Valéria Dantas de Oliveira Souza, destacou o prazer de sediar um evento que reúne três unidades de saúde: “A articulação entre essas três unidades é uma forma de resistência. Não é fácil construir um trabalho coletivo, é preciso coordenar os desejos das três unidades e a partir desse exercício damos aos nossos alunos esses ensinamentos”, afirmou a diretora.  

A semana traz a equidade como foco nas discussões e sua prática nos tratamentos e atendimentos nos Sistemas de Saúde, como o SUS. Coordenadora de Enfermagem do HUPE e ex-aluna da Faculdade, a enfermeira Rejane Araújo de Souza vê a semana como uma forma de compartilhar conhecimento, prática e formação: “É uma oportunidade de construção de opiniões e de cuidado. Que possamos fazer da sala de aula um veículo de reprodução de um conhecimento sem economizar. Nossa ação é um compromisso com a construção de uma enfermagem cada vez mais presente, mais unida, mais segura e mais saudável”.

A semana incluirá ciclos de palestras e exposições de trabalhos de extensão e pesquisa.  Além da abordagem acadêmica, as discussões também incluem debate sobre mercado e condições de trabalho para os profissionais na área de saúde no país.