Ensino na UERJ

Um dos maiores tesouros da UERJ é o ensino público e de qualidade que oferece. A Sub-Reitoria de Graduação da UERJ dedica-se à gestão do ensino em nível de graduação, bem como em nível fundamental e médio, pois encontra-se também aos seus cuidados o Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira, o CAp-UERJ, em virtude de ser o CAp uma das maiores referências da Educação Básica e, ainda, campo privilegiado de estágio para os estudantes dos cursos de licenciatura da Universidade.

A SR-1 UERJ vê o ensino de forma dinâmica e articulada com a sociedade em que vivemos e com o mundo do trabalho, pois, ensinar, no mundo globalizado, é buscar no dia a dia romper as fronteiras e divisas que limitam e fragmentam o processo de ensino e de aprendizagem, através da proposição de currículos flexíveis, críticos, articulando teoria e práxis.

Cabe à Universidade orientar os estudantes no desenvolvimento de seus estudos, desde a parte formal curricular; o que retrata a opção político-pedagógica de cada unidade acadêmica, a vocação institucional e no atendimento às determinações do Conselho Estadual de Educação – CEE/RJ e do Ministério da Educação – MEC; até a oferta de campos diversificados de estágios internos e externos que proporcionam aos estudantes a aplicação das vivências para além dos espaços formais salas de aula.

Para a UERJ, o ensino e a aprendizagem são ações multifacetadas e interdependentes, que requerem conhecimento – o saber -, a técnica – o saber-fazer -, e ainda a empatia – o saber-fazer-ser, inerente ao profissional docente comprometido. Cumpridos esses requisitos, o ensino será profícuo, independentemente de ser realizado nos jardins de acadêmos, na sala de aula presencial ou virtual, em um barco no Amazonas ou ainda na Biblioteca de Alexandria.

Imbuídos dessa visão e missão, a UERJ compartilha com todo o corpo universitário e com os demais cidadãos a construção de políticas educacionais que objetivam a democratização de conhecimentos, que visam formar estudantes em profissionais competentes, críticos, éticos e agentes transformadores da sociedade.